Start Ups
equipe de startup

Startups: grandes ideias precisam dos equipamentos certos

Startups: grandes ideias precisam dos equipamentos certos

 

Empresas como Facebook, Apple e Amazon começaram como startups, e hoje são três das maiores marcas de todo o mundo. Essas gigantes mudaram o pensamento da maioria das pessoas de que, para criar um grande negócio, era preciso muito dinheiro.

A internet e as novas tecnologias permitem que qualquer pessoa possa colocar em prática uma grande ideia, que pode ser um produto ou serviço como um aplicativo para smartphones, um software para computadores, entre diversas outras soluções.

Mas, afinal, o que é uma startup? Por que elas fazem tanto sucesso? Qual o cenário atual e quais as startups com maior destaque no Brasil? Neste artigo, vamos responder todas essas perguntas. Aproveite a leitura!

O que define uma startup?

Startups são empresas jovens ou recém-criadas com alto potencial de crescimento, que desenvolvem produtos ou serviços inovadores que possam ser utilizados por um grande número de pessoas.

A grande maioria das empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes, costuma investir uma certa quantia de dinheiro antes mesmo de abrir, para no futuro começar a faturar e lucrar.

Já as startups atuam de forma diferente. Elas primeiro buscam capital com investidores, patrocinadores e até outras empresas para depois iniciarem o desenvolvimento de seus produtos ou serviços.

Para se destacar, uma startup precisa criar algo que ainda não existe. Esse talvez seja o grande diferencial para os demais negócios. 

Além disso, para facilitar o aporte financeiro de terceiros, essa grande ideia não pode ter um alto valor de investimento, até porque o risco de desenvolver algo nunca antes feito é alto.

Mas, por que esse modelo de negócio “explodiu” no Brasil? Quais são as características das startups que as tornam tão diferentes das empresas tradicionais? Descubra a seguir.

Por que as startups fazem tanto sucesso?

Uma empresa jovem ou recém-criada não necessariamente se caracteriza como uma startup. O grande objetivo de uma startup é crescer, e crescer rapidamente. Quando isso não acontece, os idealizadores encerram suas atividades , mesmo que poucos meses após a criação, e já se concentram em outro projeto.

As startups têm algumas características que as tornam inconfundíveis e únicas. Conheça as principais:

Tecnologia: em uma startup, a tecnologia está presente antes, durante e depois do desenvolvimento de produtos ou serviços. Entre essas tecnologias, podemos citar equipamentos de trabalho como notebooks, desktops, tablets e smartphones e também Inteligência Artificial, Internet das Coisas (IoT), Realidade Aumentada, entre outros recursos. Tudo isso para que as ideias saiam do papel e tomem vida. 

Inovação: oferecer um produto ou serviço novo ou diferente de tudo que já existe é uma das principais características das startups. Mais do que ter grandes ideias, existe nas startups uma cultura organizacional totalmente voltada à inovação que otimiza a gestão, os processos e o negócio como um todo.

Escalabilidade: uma startup deve ter um alto potencial de crescimento, com rapidez. Ou seja, para que uma empresa jovem possa ser considerada uma startup, ela precisa alcançar em pouco tempo um grande número de usuários ou clientes.

Repetibilidade: antes ou durante a concepção de uma startup, é preciso ter certeza de que o produto ou serviço pode ser replicado ou reproduzido em grande escala, de forma simples, sem a necessidade de muito mais contratações ou investimentos.

Baixo custo: as startups se caracterizam por ter a mínima estrutura possível, com equipes pequenas, porém multidisciplinares, que conseguem desenvolver produtos ou serviços que agregam valor para muitas pessoas, mesmo com operações enxutas.

Os números das startups no Brasil

De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), entre 2015 e 2019, o número de startups no Brasil mais que triplicou, passando de 4.151 para 12.727 - um aumento de 207%. Os setores com maior número são: 

Educação: 748
Finanças: 492
Internet: 446
Saúde e bem-estar: 406
Agronegócio: 316

Desse total, apenas onze são "unicórnios" (empresas avaliadas em mais de US$ 1 bilhão). Confira a lista: PagSeguro, Nubank, 99, Stone Pagamentos, iFood/Movile, Loggi, Gympass, QuintoAndar, Arco Educação, Ebanx e Wildlife. 

Segundo especialistas, outras duas startups brasileiras podem se tornar bilionárias em 2020. A Creditas, uma fintech de crédito, foi avaliada em US$ 700 milhões em sua última rodada de investimentos, em julho de 2019.

Outra favorita a se tornar unicórnio é a Resultados Digitais, startup de marketing digital que captou US$ 200 milhões em agosto de 2019.

Mesmo com a crise causada pelo novo coronavírus, as startups brasileiras seguem crescendo e aumentando seus valores de mercado a partir da tecnologia e inovação.

E para continuarem trilhando esse caminho, essas e outras startups precisam dos equipamentos certos para transformarem suas grandes ideias em produtos ou serviços inovadores.

Lenovo: tecnologias mais inteligentes para startups

Seja para começar seu próprio negócio ou expandir um que já exista, a Lenovo soluções inovadoras e funcionais para ajudar você a obter mais valor nos seus investimentos em TI.

Projetamos e construímos dispositivos e infraestruturas inteligentes que criam o melhor desempenho e experiência para as empresas. Desde smartphones até o Data Center. 

A Lenovo tem tudo para impulsionar grandes ideias em negócios de todos os tamanhos. Quer saber mais? Acesse já nosso site e faça uma cotação!

Quer se aprofundar ainda mais sobre as startups? Indicamos o livro The Lean Startup, de Eric Ries. Na obra, o autor fala sobre a metodologia de gestão que permite a um negócio como uma startup ter mais chances de sucesso. Vale a pena a leitura!