outsourcing de TI

Outsourcing de TI para PMEs: vale a pena?

O setor de Tecnologia da Informação (TI) cresceu 9,8% no Brasil em 2018 e movimentou US$ 46,6 bilhões, segundo o IDC. O crescimento registrado é superior ao índice global, de 6,7%.

Neste cenário de crescimento, o outsourcing de TI aparece como uma prática cada vez mais utilizada por pequenas e médias empresas que desejam tirar o melhor proveito dos recursos tecnológicos.

Neste artigo, você vai entender melhor o que é outsourcing de TI e como esse recurso pode ser uma alternativa vantajosa para o seu negócio. Aproveite a leitura!

 

O que é outsourcing de TI?

 

Outsourcing de TI nada mais é que a terceirização de serviços de TI, que inclui toda a sua infraestrutura, gestão, controle e manutenção dos sistemas de informação, além do fornecimento de profissionais especializados no regime de prestação de serviços.

A empresa que contrata um serviço de outsourcing de TI consegue se dedicar exclusivamente às suas próprias atividades, operações e negócios, enquanto outra terceira fica responsável por toda a gestão da área de TI.

O outsourcing de TI costuma ter um excelente custo-benefício para empresas que desejam economizar recursos com aquisição de equipamentos, servidores e contratação de profissionais de TI.

Outros gastos que podem ser eliminados com o outsourcing de TI são: construção ou adaptação de espaços físicos, manutenção de máquinas, conta de energia, salário de profissionais, entre outros.

 

Os tipos de outsourcing de TI

Existem três principais modelos de outsourcing de TI. É importante que você conheça para escolher o melhor para o seu negócio.

 

Offshore

No offshore, os serviços de TI são terceirizados de empresas localizadas em países como China, Malásia e Índia, nações com economia em desenvolvimento, que oferecem mão de obra especializada com valores mais atraentes.

Porém, apesar do baixo custo, a questão do suporte é um ponto de atenção. A Índia aparece como melhor opção, pois boa parte de sua população é fluente na língua inglesa, o que facilita a comunicação com as empresas. 

 

Onshore

Neste tipo de outsourcing de TI, as empresas que oferecem o serviço ficam no mesmo país das contratantes, o que obviamente facilita o contato. O valor dos serviços, no entanto, costuma ser um pouco maior em relação ao offshore.

A escolha vai depender da situação financeira atual da sua empresa. Mas também é preciso ser levado em conta o choque cultural envolvido no offshore, onde a língua pode se tornar um obstáculo.

 

Nearshore

O nearshore prioriza empresas de países vizinhos, com o mesmo fuso horário e linguagem, o que facilita bastante o atendimento. Neste modelo, as empresas contratantes também conseguem negociar preços diferenciados, de acordo com o cenário econômico das nações em questão.

Antes de decidir qual o modelo ideal para o seu negócio, vale a pena pesquisar as opiniões dos clientes dessas empresas bem como as certificações que atestam a confiabilidade da prestação de serviços.

 

Em ambos os tipos, são diversas as vantagens competitivas do outsourcing de TI para a sua empresa.

 

5 vantagens para pequenas e médias empresas

Atualmente, a tecnologia não é um recurso essencial apenas para grandes empresas. As pequenas e médias também dependem de recursos avançados para se manterem competitivas e em constante crescimento. Confira, portanto, os principais benefícios do outsourcing de TI para PMEs.

 

1. Redução de custos

A redução de custos é o objetivo principal de pequenas e médias empresas. Com o outsourcing de TI, as PMEs eliminam custos fixos mensais com infraestrutura, gerenciamento e profissionais. Toda a gestão da TI fica sob responsabilidade da empresa contratada. Assim, o pequeno e médio negócio consegue investir capital em áreas mais estratégicas para o crescimento de suas atividades.

 

2. Aumento da produtividade

Quando uma PME terceiriza todos os assuntos relacionados ao seu setor de TI, ela consegue se dedicar única e exclusivamente ao seu core business e aumenta a produtividade de seus colaboradores, inclusive dos profissionais de TI, que podem ter funções mais estratégicas que gerem valor ao negócio, ao invés de apenas resolverem problemas e falhas de segurança.

 

3. Foco no negócio

Quando sobra mais tempo para gestores e toda a equipe, além do aumento da produtividade, todos os profissionais conseguem aumentar o foco no negócio, com o objetivo de otimizar processos internos e melhorar resultados. Isso porque a área de TI não será mais uma preocupação.

 

4. Assistência especializada

Com o outsourcing, PMEs podem contar com soluções de TI avançadas como infraestrutura, armazenamento e computação em nuvem, bancos de dados, entre outros recursos, com alta disponibilidade e atualizações constantes.

Essa assistência especializada garante mais qualidade e melhor performance do setor de TI, que tem sua gestão centralizada na empresa contratante, sempre com especialistas à disposição para oferecer atendimento.

E claro, toda a prestação de serviço é pautada em SLAs (Service Level Agreements, ou acordo de nível de serviço) preestabelecidos em contrato. Isso garante o cumprimento de todos os prazos e serviços. Caso contrário, penalidades podem ser aplicadas à empresa contratada.

 

5. Segurança das informações

Empresas que oferecem outsourcing de TI utilizam as medidas de segurança mais avançadas do mercado para que as empresas se protejam de ataques e crimes cibernéticos e assim possam assegurar dados e informações de negócio e também de seus clientes. Em tempos de LGPD, a segurança da informação é cada vez mais importante para as PMEs.

 

Quando vale a pena adotar?

O outsourcing de TI vale a pena para PMEs que querem se preparar para as constantes mudanças do mercado. Esse recurso é ideal também para negócios que demandam por rotinas modernas de trabalho e querem acompanhar as tendências do setor de TI. 

Por último, mas não menos importante, é uma alternativa extremamente eficiente para empresas que desejam reduzir custos com equipamentos, gestão e profissionais de TI.

 

Conheça o Premier Support Lenovo

O Premier Support Lenovo possui uma central de atendimento diferenciada, com suporte especializado para Hardware e Software (OEM). Neste serviço, você tem um Gerente de Contas Técnico que será responsável pela gestão dos chamados, fornecendo todas as informações necessárias, com emissão de relatórios gerenciais para facilitar a gestão da sua área de TI. 

São mais de 500 técnicos disponíveis para atendimento on-site da linha Think com mais de 85% de assertividade no primeiro reparo. Saiba mais aqui.

 

Esperamos que tenha gostado de nosso conteúdo sobre outsourcing de TI. Agradecemos sua leitura. Até mais!

 

Como otimizados MGM Cotai