Está na dúvida entre um notebook corporativo ou um doméstico? Confira as principais diferenças entre os dois modelos e a melhor opção para a sua empresa!
 

Notebook corporativo x notebook doméstico: qual é o melhor para a sua empresa?

 

As atividades empresariais são muito diversas e intensas. Dependendo do modelo de negócios, pode haver demandas de tarefas mais simples do pacote Office, ou mais pesadas, como edição de vídeos e imagens, sistemas de dados e programação, entre outros. O notebook corporativo foi desenvolvido para suportar essas aplicações, com segurança e eficiência.

Em virtude dos valores do mercado, alguns empresários indagam se não é mais vantajoso adquirir versões domésticas dessas máquinas, mais simples e baratas. Será que elas são capazes de entregar os resultados satisfatórios? A resposta é: depende.

Nesse post, você vai entender melhor a diferença entre esses dois modelos e saber que opção é o melhor investimento para o seu negócio!

Quais as principais diferenças entre um notebook corporativo e um doméstico?

Eles podem parecer muito semelhantes, mas é preciso avaliar algumas especificações técnicas e elementos de construção que diferenciam um notebook corporativo para um modelo pessoal. Eles podem fazer muita diferença no dia a dia de uma empresa.

Resistência

Notebooks corporativos são construídos com materiais de magnésio e alumínio, por isso, são mais robustos. Dessa forma, conseguem ser utilizados em ambientes mais desfavoráveis ou hostis e garantir maior durabilidade e eficiência à máquina. Assim, ele terá maior resiliência a situações adversas, como variações de temperatura, poeira, deslocamento frequente, etc.

Em um ambiente corporativo, o ideal é que os notebooks durem uns 5 anos. Uma versão pessoal do equipamento tem uma durabilidade menor. Isso está relacionado não só à sua construção majoritariamente de plástico, mas também pelo fato de suas peças e especificações apresentarem menor potência e uma disponibilidade menor de peças para reposição no mercado.

Segurança

Os notebooks são ferramentas que guardam muitas informações importantes, especialmente quando falamos de processos corporativos. Em pequenas e médias empresas, são muito usados como banco de dados de clientes, emissão de notas fiscais e elaboração de propostas comerciais.

Por isso, os notebooks corporativos normalmente têm camadas extras de proteção, como impressão digital, senhas escritas e cartões inteligentes. São componentes integrados para preservação de dados que dificilmente são encontrados em modelos domésticos.

Manutenção

Uma vez que são mais simples e vulneráveis, os notebooks domésticos, ou pessoais, precisam passar por mais reparos e manutenções. Lembre-se que uma parada para manutenção representa uma indisponibilidade do equipamento, que impactam o andamento dos processos da sua empresa.

Softwares pré-instalados

Um notebook doméstico pode vir lotado de programas pré-instalados que acabam consumindo a memória e o processamento do equipamento. Em modelos corporativos, a história é diferente. Eles vêm apenas com o que a empresa precisa.

O que levar em consideração na hora de escolher um para a sua empresa?

Garantia

Nenhuma máquina é imune a falhas. Mas quando elas ocorrem, especialmente em uma empresa, é indispensável que sejam sanadas rapidamente para evitar a paralisação dos serviços.

Os termos de garantia para notebooks corporativos levam em conta essa necessidade especial. A assistência 24 horas assegura um atendimento rápido. O problema pode ser resolvido na mesma hora por meio das recomendações dadas por um suporte técnico via chat ou e-mail.

Além disso, quanto maior a garantia, melhor. Considere que os modelos domésticos vêm geralmente com 1 ano de garantia. Notebook corporativos, por sua vez, apresentam no mínimo 3 anos de garantia, podendo ser estendida por mais tempo.

Durabilidade

Dependendo das atividades da sua empresa, o notebook pode transitar em ambientes bem adversos. A robustez do equipamento pode ser um critério importante no seu caso. De qualquer modo, quanto mais resistente for a máquina, mas tempo vai demorar até necessitar fazer um novo investimento.

Tecnologia

É preciso avaliar as tecnologias de cada modelo. Algumas delas só existem em versões corporativas, como slots para Express cards e Smart cards, ou mesmo dock station para conexão de monitores externos.

Custo-benefício

A compra de um volume maior de equipamentos pode garantir melhores preços. Mesmo assim, a empresa precisa avaliar seu orçamento e entender qual investimento cabe no seu bolso, equilibrando com os recursos que necessita.

Quais as vantagens e desvantagens de cada um?

Vamos resumir o que você precisa avaliar de prós e contras de cada modelo!

Notebook corporativo

Vantagens:

  • mais resistentes;

  • adequados a ambientes adversos;

  • demandam menos reparos;

  • mais seguros;

  • embarcam tecnologias próprias para as atividades corporativas;

  • apresentam garantia mais ampla;

  • suporte técnico mais ágil.

Desvantagens:

  • são mais caros do que os modelos domésticos.

Notebook doméstico

Vantagens:

  • são mais baratos.

Desvantagens:

  • têm vida útil menor;

  • apresentam menos recursos tecnológicos;

  • menor prazo de garantia;

  • são mais frágeis.

Afinal, qual é o melhor para minha empresa?

É certo que, no geral, um notebook corporativo atende melhor às necessidades de uma empresa, tanto em termos de capacidade de processamento e armazenamento, quanto no que se refere à durabilidade.

Por outro lado, é válido considerar que modelos domésticos também podem ter sua vida útil prolongada e capacidade potencializada por meio de upgrades dos componentes de hardware, assim, como no caso de um notebook corporativo. Dependendo da aplicação dentro da empresa, talvez ela não necessite de um equipamento mais robusto.

Quer uma ajuda para saber qual a melhor opção? Entre em contato com um de nossos especialistas e faça uma cotação. Basta você acessar o nosso site ou ligar para 0800 536-6861. Podemos ser parceiros para o crescimento do seu negócio!