home-office

Home Office: mocinho ou bandido da produtividade?

Trabalhar em casa é o sonho de muitos. Inclusive muitos empreendedores já adotaram esse modelo de trabalho. Essa prática, porém, pode ser uma faca de dois gumes, pois o Home Office pode influenciar positivamente ou negativamente a freqüência diária.

Assim, como você pode garantir os benefícios do Home Office e se precaver contra as ciladas inerentes ao trabalho no ambiente corporativo? Entenda melhor essa experiência e conheça as principais dicas para você não perder sua pesquisa!

Qual o cenário do Home Office no Brasil e no mundo?

Uma das principais pesquisas no Brasil sobre o tema foi um relatório emitido por Robert Half . Aparecemos como o terceiro país onde o Home Office cresce.

A última pesquisa da Sobratt (Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades), intitulada Home Office 2018 revelou que, entre as empresas entrevistadas, 45% já adotaram o trabalho remoto e 15% estão disponíveis na possibilidade de implementar esse modelo. A maior parte deles concentrando-se na Região Sudeste. Interessante que "trabalho remoto" foi o quarto termo mais buscado por pessoas em busca de emprego em 2017.

Ainda segundo estudo, os três principais motivos apontados por essas empresas para implementar o Home Office são:

  • melhoria na qualidade de vida dos colaboradores;

  • problemas com mobilidade urbana;

  • concessão de benefício para funcionários.

Essas empresas atuam, em sua grande parte, em áreas de TI (36%), Recursos Humanos (23%), Marketing (23%) e Finanças (23%).

Essa tendência não é exclusiva no Brasil. Um relatório emitido pela Eurofound sobre o trabalho remoto em países ligados à OIT (Organização Internacional do Trabalho) revelou por exemplo, que nos Estados Unidos ou o trabalho remoto é realizado de alguma forma por 37% dos colaboradores.

Uma pesquisa da Robert Half, já citada, classificou a China (54%) no primeiro lugar e Singapura (47%) no segundo lugar.

Mas porque há essa grande absorção do trabalho remoto no Brasil e no mundo? Há muitas vantagens, e é sobre elas que vamos falar agora.

Home Office - quais as vantagens e desvantagens?

Vantagens do Home Office

O Home Office garante muitos benefícios, tanto em termos profissionais, quanto em aspectos pessoais e familiares.

  • seja independente: normalmente você consegue fazer seu próprio horário de trabalho, além de ficar livre para trabalhar como e onde quiser. Você pode acordar e dar apenas alguns passos até o local de trabalho.

  • evite o trânsito: chegue à estrada sem trânsito, perca horas a estrada e ainda gaste combustível.

  • fique perto da família: estar associado a filhos, fazer parceria ou parceria e até o seu bichinho de promoção sem preço.

  • alimente-se melhor: em vez de comer dinheiro com fast-food ou de restaurantes que oferecem comida de qualidade duvidosa, você pode selecionar por opções muito boas em casa mesmo.

  • tenha mais privacidade: no seu quarto, no escritório em casa ou na sala, você tem um ambiente só o seu;

  • reduza custos: empresas economizam com transporte, equipamentos usados ​​pelo funcionário, energia, água e até café.

Desvantagens do Home Office

  • A família em casa pode ser uma distração.

  • Pode ser difícil separar a vida pessoal e profissional.

  • Você faz o seu próprio horário, mas não pode planejar, é possível que terminar trabalhando demais.

  • Se mora sozinho, pode acabar sofrendo isolamento social.

  • Assuntos domésticos podem atrapalhar ou processo de trabalho.

Como alcançar o equilíbrio e gerenciar o Home Office?

Tenha um local específico para trabalho em casa

Você precisa de um ambiente preparado e específico para executar suas tarefas. Não é necessário ter muita coisa. Mas o básico é garantir boa iluminação, mesa e cadeira confortáveis, um local silencioso e com temperatura adequada

Tenha disciplina

Determine uma hora de início e término das atividades. Programe as pausas e use uma agenda para não perder prazos.

Tenha parceiros

Pesquisar grupos em redes sociais pode ser uma boa alternativa para trocar idéias. Mas você também pode compartilhar seu espaço com amigos ou ir para um coworking. Isso evita o isolamento.

Quais são as verdades que você precisa saber sobre o Home Office?

Por causa dos grandes benefícios do Home Office, muitos acabaram inventando mitos sobre esse modelo, como se tudo fosse muito fácil. Mas é preciso estar alerta sobre algumas verdades.

Por exemplo, o Home Office não significa trabalhar na casa, mas sim um espaço alternativo na empresa. É possível trabalhar em parques, hotéis ou aeroportos. Por isso, os termos mais adequados para o Home Office podem ser remotamente remotamente ou remetidos.

Além disso, apesar da informalidade que um ambiente alternativo pode usar, é importante manter o profissionalismo, e isso muitas vezes pode ser considerado perigoso, já que em algumas situações talvez seja necessário participar nas videoconferências, por exemplo.

Apesar dos desafios, o Home Office traz muitas vantagens. Quem se adapta ao modelo, não troca por nada. Exige disciplina e ajustes na rotina, mas vale a pena!

Quer investir em equipamentos para o seu Home Office? Faça uma cotação no nosso site ou entre em contato conosco pelo número 0800 536-6861.

Transformação Inteligente: tecnologias que mudam o jogo