Produtividade no trabalho
 

Ferramentas certas: obtenha produtividade no trabalho sem extrapolar o orçamento

Antes de escolher uma estrutura de equipamentos e dispositivos para a empresa, é preciso observar diferenças entre os produtos disponíveis no mercado, que vão muito além das simples avaliações de design e desempenho.

 

Deve-se levar em consideração uma série de fatores que podem influenciar a produtividade no trabalho e também a segurança dos dados da empresa.

O consumidor está cada vez mais exigente e provocando constantes evoluções no mercado. Agora, os negócios têm que ser produtivos como nunca para encantarem e satisfazerem seus clientes, faturando mais e alcançando um orçamento capaz de cobrir melhores investimentos em estrutura.

Quem cumpriu esse roteiro saiu na frente da concorrência. Antes disso, porém, esses gestores encontraram as ferramentas adequadas para cada área do seu negócio, como um computador ou um notebook para empresas.

Nesse contexto em que tudo muda rapidamente e é preciso acompanhar a evolução para não perder clientes, os equipamentos que suportam a carga diária de trabalho são cada vez mais importantes no ambiente corporativo. Considere isso!

Uma escolha estratégica

Saber em quais ferramentas investir para aumentar a produtividade no trabalho não é uma tarefa fácil. A escolha da arquitetura computacional deve ser feita com a garantia de que os bens da empresa não serão desperdiçados logo nos primeiros anos. É por isso que planejar a compra dos novos computadores para a empresa se tornou uma demanda interna que merece atenção dos gestores.

Quando levamos em consideração o cenário das pequenas e médias empresas do Brasil, nos deparamos com orçamentos cada vez mais enxutos e investimentos feitos na ponta do lápis. Por isso, algumas características devem ser analisadas com rigor antes de comprar novos dispositivos para armazenar os programas e dados corporativos:

  • Desempenho: as máquinas devem ser potentes, com processadores de última geração e placas gráficas modernas para aguentar o fluxo de trabalho de qualquer tipo de funcionário.

  • Mobilidade: seu espaço de trabalho deve incluir equipamentos versáteis e flexíveis, que permitam trabalhar em qualquer lugar e a qualquer hora.

  • Conforto: a facilidade de uso de um notebook para empresas é extremamente relevante para a experiência do usuário. Por isso, considere acessórios ergonômicos de alta performance que facilitem a produtividade no dia a dia.

  • Durabilidade: um notebook para empresas deve ter vida útil acima da média do mercado. Ele deve ser resistente para acompanhar horas sucessivas de tarefas.

  • Segurança: confiabilidade é a palavra-chave quando se trata de dispositivos corporativos. A integridade dos dados dos usuários deve ser pensada em primeiro lugar. Não se pode correr riscos de segurança e de falhas na confidencialidade das informações armazenadas nos computadores.

  • Manutenção: as ferramentas devem vir com uma longa garantia para que tenham assistência técnica durante muitos anos. Isso evita gastos inesperados e reduz custos com equipamentos mais antigos.

Os funcionários do século XXI querem o melhor desempenho em seus computadores corporativos para ganhar produtividade no trabalho, assim como a segurança do sistema operacional e um suporte de confiança em casos de manutenção. Todos esses fatores podem influenciar o orçamento e as finanças das empresas — principalmente as de pequeno e médio porte.

Uma empresa, diversos perfis

Além de melhorar a produtividade no trabalho, uma ferramenta corporativa pode facilitar o dia a dia dos profissionais, otimizar os processos das empresas e trazer o melhor custo-benefício sem extrapolar o orçamento.

Por isso, os gestores devem conhecer a real necessidade do seu negócio antes de apostar em equipamentos para a empresa. Nesse sentido, conversar com todas as equipes para saber mais sobre suas demandas e perfis pode fazer a diferença.

As equipes corporativas podem ser distintas entre si, ainda que pertençam à mesma empresa. Suas demandas diárias e necessidades variam de acordo com a área de atuação, portanto suas ferramentas devem ser diferentes.

Enquanto um profissional que trabalha com finanças ou vendas precisa de um computador versátil e não necessita de muito processamento, um analista de TI ou um profissional criativo requerem máquinas robustas e poderosas. Isso torna as compras de computadores ainda mais complexas, pois é fundamental conhecer as necessidades de cada um para que os produtos suportem sua carga diária de trabalho.

Produtividade no trabalho: escolhendo a fornecedora certa

Após levar em consideração todos estes fatores, chegou a hora mais importante: escolher a marca certa para os equipamentos da empresa. Existem diversos fornecedores que possuem modelos especializados para o público corporativo. Suas máquinas possuem todas as características de segurança e desempenho que suportam a carga de tarefas executadas pelos usuários.

Saber encontrar a empresa com a qual contar na hora de melhorar a produtividade no trabalho é essencial para o futuro dos negócios. E isso só se dará com muita pesquisa e comparações entre os produtos antes da compra!