As competências exigidas para o comprador do futuro

As competências exigidas para o comprador do futuro

O comprador do futuro é bem diferente do profissional de compras que conhecemos no passado, que tinha apenas a obrigação de fazer no mínimo três cotações e fechar o melhor preço, prazo e condições de pagamento.

O profissional de compras do futuro atua nas maiores empresas do Brasil, hoje. O comprador moderno é estratégico e não pensa apenas no produto ou serviço que está contratando, mas na proposta de valor para clientes internos e externos.

Esse profissional deve atuar como se fosse um prestador de serviços da empresa onde trabalha, com o objetivo de fazer compras que tenham seu valor percebido por todos os envolvidos: usuários, influenciadores, decisores e clientes.

Os setores das empresas estão cada vez mais integrados. O departamento comercial está ligado ao administrativo, que por sua vez interfere diretamente nas áreas de marketing e vendas, e assim por diante.

Por isso, o comprador deve saber quais serão os impactos de suas compras em todos os setores e se as suas estratégias estão alinhadas com as metas e objetivos da empresa.

 

O comprador precisa evoluir, e as empresas também

Segundo a pesquisa da Deloitte, “The Deloitte Global Chief Procurement Officer 2019”, 61% dos CPOs consideram que os riscos relacionados a compras aumentaram nos últimos 12 meses.

Esse índice revela que os gerentes e diretores de compras (CPOs) das empresas sabem que os erros e falhas do setor podem comprometer e muito o faturamento e o lucro dos negócios.

Ainda segundo o levantamento da Deloitte, o nível de confiança entre os CPOs sobre a capacidade das suas equipes de compras de cumprir a estratégia caiu de 49% em 2018 para 46% em 2019.

Esses dados preocupam e mostram que os gestores de compras não confiam totalmente em seus subordinados. Porém, a pesquisa de 2018 mostra que 71% dos líderes estão gastando menos de 2% de suas verbas em capacitação.

Os números mostram que os profissionais de compras precisam se capacitar e se atualizar, enquanto as empresas, em busca de melhores resultados, devem investir em cursos e treinamentos.

 

O perfil do comprador do futuro

O comprador do futuro deve liderar todo o processo de compras, de ponta a ponta. Para dominar o setor, ele precisa ter visão estratégica e se portar como um verdadeiro planejador e negociador.

Para ter alto desempenho em compras, o comprador tem a obrigação de saber aplicar a metodologia de Strategic Sourcing para reduzir custos e aumentar a produtividade dos funcionários em busca de melhores resultados.

Confira algumas das competências exigidas!

 

Visão 360º

Para fazer um bom trabalho e atender da melhor forma todos os setores da empresa, o comprador precisa conhecer todos os processos do negócio, em todas as áreas, do comercial e administrativo ao marketing e vendas.

Por exemplo, na área de finanças, o comprador precisa conhecer planejamento financeiro, plano de contingência, impostos, taxas e impactos do valor do produto ou serviço que está sendo contratado.

No setor de marketing e vendas, o profissional de compras deve estar ciente sobre o planejamento para se adequar às necessidades de compra para atendimento das demandas da área de comunicação e também dos vendedores.

Essa visão 360º é importante principalmente em relação aos custos. O comprador precisa conhecer o orçamento disponível para aquisição de produtos e serviços para assim definir um planejamento estratégico.

 

Planejamento estratégico

Conhecendo o orçamento mensal ou anual do negócio para as compras, é função do comprador montar um planejamento estratégico, que deve ser apresentado à diretoria da empresa para aprovação.

Esse planejamento vai permitir uma atuação mais assertiva do setor de compras, diminuindo os riscos financeiros, sempre com o objetivo de economizar e produzir mais.

 

Poder de negociação

Um comprador de alta performance deve ser um negociador nato. O seu poder de negociação deve prevalecer internamente, com colaboradores e gestores das mais diversas áreas, como também externamente, com fornecedores e parceiros.

 

Influência positiva

O comprador, geralmente, é uma pessoa que inspira a confiança da empresa e de seus gestores. O profissional de compras, portanto, precisa usar seu poder de influência de forma positiva, sempre em prol do negócio.

Um comprador de ponta tem seu círculo de influência e sabe mobilizar pessoas, além de ser persuasivo e ter o poder de envolver stakeholders e players de compras com base em números e informações consistentes.

 

Conduta ilibada

O comprador exerce uma das funções mais importantes dentro das empresas, porque lida com o dinheiro do negócio. Não à toa, muitas corporações têm profissionais da área de compras em cargos de diretoria e presidência.

Por isso, o profissional de compras deve agir sempre com ética, responsabilidade e honestidade, dando o melhor destino ao capital da empresa.

 

O conhecimento exigido

A formação exigida para um comprador depende da área de atuação da empresa. Uma indústria de peças automotivas, por exemplo, vai preferir um profissional que seja formado em Engenharia Mecânica.

De toda forma, o curso de Administração é uma área do saber que costuma ser bem aceita pelas empresas. E claro, além da formação, o comprador precisa ter alguns conhecimentos relacionados às atividades do setor.

Confira alguns deles:

- Strategic Sourcing (RFI, RFP)

- Benchmarking de mercado

- Negociação e distribuição

- Gestão de projetos

- Gestão de fornecedores

- Gestão de contratos

- KPI, SLA, entre outros


É isso! Chegamos ao fim do nosso artigo sobre o comprador do futuro. Esperamos que você tenha gostado. Agradecemos a sua companhia. Até a próxima!

eficiência no local de trabalho