Como definir prioridades de investimento na sua empresa

Como definir prioridades de investimento na sua empresa

 

A definição de prioridades de investimento é especialmente importante em pequenas empresas. O início das atividades de um negócio já demanda um aporte considerável de recursos, de modo que muitas vezes o empreendedor não conta com muito volume em caixa. Por outro lado, investimentos são essenciais para reduzir falhas, aumentar a produtividade e garantir o crescimento do negócio.

Mas é preciso saber onde investir para que esses recursos realmente gerem valor para o negócio e tragam resultados satisfatórios. Essa tarefa não é fácil, pois os caminhos são muitos. Por isso, neste artigo vamos compartilhar com você alguns passos que vão ajudá-lo a direcionar seus recursos de forma mais acertada. Vamos lá?

A importância de uma boa gestão financeira

Desenvolver uma boa cultura de gestão financeira é fundamental para a sustentabilidade do negócio, desde o início. Essa prática se refere ao planejamento de despesas, custos, receitas e investimentos relativos à empresa. A ideia é ter uma projeção clara dos próximos meses e anos. São ações que vão direcionar as estratégias.

A gestão financeira sempre vai buscar um melhor desempenho de seus processos e da sua equipe. Todos devem estar inseridos e comprometidos com essa cultura. Dessa forma, os colaboradores estarão engajados com os objetivos econômicos e financeiros do negócio.

Benefícios da definição de prioridades de investimento

Todo investimento representa um risco, maior ou menor. E as chances de dar errado podem ser ainda maiores se os investimentos não focarem nos setores e nos processos certos.

Quando o empreendedor mantém uma boa gestão financeira e planeja adequadamente os investimentos, ele consegue discernir em que áreas a aplicação de recursos gera mais resultados em termos de lucros, eficiência produtiva e força competitiva.

Além disso, muitas vezes o empresário tem o capital necessário para fazer o investimento, mas fica confuso na hora de identificar como investir o dinheiro. No que priorizar? Marketing, treinamento de colaboradores, infraestrutura? É o que vai ver agora!

Como identificar o que é ou não prioridade de investimento

Foque no cliente

O cliente deve ser o centro das atenções. É dele quem vem o dinheiro que vai fazer seu negócio funcionar e crescer. Por isso, garanta que ele tenha uma boa experiência de consumo, fique satisfeito com seus produtos e serviços e se encante com seu atendimento.

Nessa direção, duas áreas são importantes para obter os investimentos: o marketing e o treinamento dos seus funcionários, pois eles estão diretamente ligados ao atendimento ao cliente. Colaboradores qualificados garantem bons resultados na qualidade do que fornecido ao público e cativa o consumidor.

No marketing, capriche nas estratégias de atração e fidelização de clientes, motivando tanto a compra/contratação quanto que eles se tornam fiéis à sua marca.

A infraestrutura do seu negócio também está relacionada ao atendimento ao cliente. Falhas nos processos e problemas de infraestrutura podem afastar seu público. Então, ao detectar problemas nas suas operações, corrija-os prontamente e faça o investimento necessário.

Considere a eficiência operacional do negócio

Mesmo que tudo esteja ok, é importante investir em áreas que possam potencializar seus resultados. Certos investimentos podem ampliar sua capacidade produtiva e até reduzir custos, o que faz com a economia e os lucros obtidos compensem os recursos aplicados em médio e longo prazos. Para determinar esse retorno, é importante calcular o ROI — Return On Investment.

Calcule o ROI — Return On Investment

A partir do cálculo do ROI, você vai conseguir estimar com maior clareza quais investimentos trarão resultados mais efetivos. A sigla significa “Retorno Sobre Investimentos”. É uma prática que, portanto, ajuda a justificar os custos relacionados à aquisição de novos equipamentos, ampliação dos negócios, projetos, entre outros.

Para fazer o cálculo, some o faturamento e os custos gerados pelo investimento. Daí subtraia a receita obtida com a ação pelo custo que ela teve, depois subtraia novamente pelo custo gerado. Então é só multiplicar por 100 para encontrar o valor percentual. Assim:

  • ROI = [(Receita – custo) / custo] x 100

Por exemplo, o investimento em um novo equipamento para está orçado em R$ 1.500 e será capaz de aumentar sua receita em R$ 1.000 ao mês. Levando em conta um período de 6 meses, seria R$ 6.000 de receita.

  • ROI = ((6000 – 1500) / 1500) x 100

  • ROI = (4500 / 1500) x 100

  • ROI = 3 x 100

  • ROI = 30%

O retorno esperado é de 30% em 6 meses. Nesse período o investimento já consegue se pagar e gerar bastante lucro para o negócio. Então, a ideia é priorizar ações que possam trazer um retorno maior.

O time financeiro tem um papel decisivo em todo esse processo. Será ele que vai gerar os relatórios e as previsões necessárias para tomar as melhores decisões. Por isso, é essencial manter uma equipe qualificada e comprometida com o negócio.

Como você pôde perceber, uma boa gestão financeira impactará diretamente a qualidade e a eficiência do investimento feito. Por isso, organize seus registros e tome tempo para definir suas prioridades de investimento. Essas ações serão vitais para o crescimento do seu negócio!

Está pensando em investir em tecnologias que elevem sua eficiência produtiva? Faça uma cotação no nosso site, ou entre em contato conosco pelo número 0800 536-6861.