Beacons: como revolucionar o marketing das pequenas empresas
 

Beacons: como revolucionar o marketing das pequenas empresas

Uma nova tecnologia que promete quebrar paradigmas e revolucionar o espaço físico de empresas, lojas e eventos está chegando com tudo no mercado e alterando as estratégias de marketing das pequenas empresas.

 

Os beacons vão mudar a maneira como os consumidores interagem com as marcas, além de inovar a forma como o varejo vende os seus produtos e mede o impacto de suas campanhas.

Como o beacon funciona na prática

Valendo-se de inteligência artificial e equipamentos de alta performance, os beacons estão se tornando uma peça-chave nas estratégias de marketing das pequenas empresas. Eles fazem parte das tendências tecnológicas que permitem aproveitar oportunidades antes imperceptíveis de se aproximar de potenciais clientes e aumentar as vendas.

Isso é possível devido aos seus recursos avançados, que possibilitam ao dispositivo rastrear aparelhos móveis que emitem sinais de proximidade, enviando mensagens em tempo real e de modo totalmente seguro. A comunicação é unidirecional e os dados não correm riscos de sofrer alteração por usuários sem permissão.

Além disso, os beacons utilizam a tecnologia bluetooth e se alimentam de energia portátil, posicionados em locais estratégicos para mapear por onde o consumidor transita.

Seja em um grande evento musical, para saber qual atração chama mais a atenção do público, ou em uma loja de varejo, com o intuito de reorganizar os espaços de acordo com a procura dos produtos expostos nas gôndolas, os beacons são uma poderosa forma de se comunicar com o público em tempo real.

Diálogo local com o cliente

Além de possuírem baixo custo de implementação, os beacons têm a capacidade de transmitir mensagens relevantes e direcionadas para smartphones e demais dispositivos dos clientes no momento certo de suas jornadas de compra.

Eles podem ser usados ​​para rastrear dispositivos e seus usuários quando estiverem dentro do alcance estipulado, permitindo que a geolocalização seja explorada ao máximo.

Os comerciantes, por exemplo, podem usar beacons para mensurar quanto tempo os clientes permanecem em um corredor de loja específico e desenvolver ações específicas para este momento da jornada de compra.

Em seguida, o dispositivo poderia disparar uma mensagem contendo um desconto exclusivo diretamente ao celular do cliente, que está parado em frente a um stand de vendas analisando se finaliza a compra ou resolve ir a outro estabelecimento.

Além disso, a mensagem pode conter um comparativo de produtos de outras marcas, evidenciando design, versatilidade e configurações do que está sendo vendido.

Oportunidades para o marketing das pequenas empresas

As oportunidades que estas ações trazem para os pequenos e médios empresários são inúmeras e podem alavancar as vendas de todos os tipos de estabelecimentos comerciais, se forem exploradas da maneira correta.

Isso pode fazer toda a diferença no marketing de pequenas empresas que possuem um orçamento enxuto e não têm estrutura para fazer grandes campanhas de comunicação capazes de atrair clientes para seu espaço e consequentemente converter em compras.

Usando os beacons, as pequenas e médias empresas brasileiras podem implementar uma estratégia de TI aliada ao marketing, que já está sendo utilizada em diversas partes do mundo. Em síntese, essas empresas estão apostando em inovação e usando a inteligência artificial para vender mais.

Para os consumidores, isso representa uma experiência de compra totalmente nova. Para os comerciantes, a novidade é alcançar o consumidor certo, no melhor momento possível, e com a mensagem ideal para ele finalizar a compra. Contam ainda com métricas, análises e mensuração de resultados de conversão que podem nortear novas estratégias.

Customização de ações de marketing

O sistema operacional do beacon pode integrar a plataforma do varejo com outros aplicativos, como listas de compra e desejos por ofertas customizadas. Essa estratégia pode ser uma forte aliada para o marketing de pequenas empresas de varejo que pretendem proporcionar uma experiência de compra encantadora para os seus clientes.

Imagine que um potencial cliente esteja passando em frente a um pequeno mercado de bairro que usa a tecnologia beacon para disparar mensagens na localidade. A pessoa, que tem uma lista de compras cadastrada em seu aplicativo favorito de listas no celular, recebe uma mensagem com a informação de que o item que faltava em sua lista está em promoção na loja naquele exato momento.

Isto com certeza abriria os olhos do potencial cliente, com grandes chances de fechar uma venda e ainda promover um marketing espontâneo sobre a experiência de ser impactado positivamente por uma tecnologia tão avançada!

Já pensou o que os beacons poderiam fazer pelo seu negócio?