5 dicas de como proteger a sua empresa de ciberataques

5 dicas de como proteger a sua empresa de ciberataques

 

Em muitos casos, pequenas e médias empresas estão na mira dos hackers, uma vez que apresentam poucas ações de cyber security, têm em posse dados importantes de seus clientes e muitas vezes é composta de colaboradores que ainda não estão bem conscientizados sobre os perigos digitais.

Por esse motivo, preparamos um pequeno guia que vai ajudá-lo a se prevenir contra os ciberataques. Entenda a importância das ações de segurança e que medidas práticas podem ser tomadas para evitar invasões e roubo de dados.

Qual o impacto dos ciberataques para os negócios?

Em muitos casos, pequenas e médias empresas não dão prioridade em assuntos relacionados à segurança cibernética, pois não acreditam que serão alvos de criminosos. Mas impedir os ataques pode proteger os recursos das empresas.

Quando uma empresa sofre um ataque, ela pode estar sujeita a multas, receber notificações de violação de cliente, ter que arcar com honorários de advogados em processos judiciais e investir ainda mais em melhorias de segurança cibernética.

Além disso, a perda de dados do negócio pode ter um impacto devastador não somente em sentido financeiro, mas também a reputação da marca. Quando uma empresa sofre com vazamento de dados, clientes e parceiros perdem a confiança e não têm a segurança de ter seus dados resguardados ao realizarem transações com ela. Dessa forma, tem seu nome comercial desvalorizado.

Eu sofri uma ciberataque? Conheça os sinais!

Quanto antes um ciberataque for detectado, maiores as chances de mitigar as perdas. Então fique atento aos sinais:

  • lentidão no computador: a inicialização demora mais do que o normal e o processamento ficam lento, porque malware instala programas que rodam em segundo plano, causando lentidão na máquina;

  • comportamento estranho no navegador: mudança na página inicial, instalação de barras e extensões sem permissão e exibição exagerada de anúncios;

  • abertura de janelas pop-ups: diversas janelas flutuantes abrem com anúncios para todos os lados;

  • desativação de programas de manutenção: um malware pode começar o ataque desligando os programas que poderiam detectá-lo.

É claro que nem todo ataque apresenta sinais, pois pode ficar camuflado durante muito tempo. Outros, mesmo detectados, podem causar grandes estragos. Por isso, o melhor caminho é a prevenção.

Como as empresas devem se proteger contra ataques virtuais? Confira 5 dicas!

1. Não negligencie a instalação de software de proteção

Antivírus, anti-malwares e anti-ransomwares são programas de instalação obrigatória em qualquer empresa. A ideia é fornecer várias camadas de proteção, e modo que um software compense as fraquezas do outro.

É bom lembrar que empresas precisam de soluções corporativas. Então, não economize com softwares gratuitos. Invista em ferramentas robustas que realmente possam trazer a segurança que seu negócio e seus clientes merecem.

2. Mantenha os sistemas, softwares e aplicativos atualizados

As atualizações servem para corrigir falhas e brechas de segurança. Por isso, os desenvolvedores regularmente fornecem patches e atualizações para manter o passo com o desenvolvimento de novos malwares. Deixar de fazer essa atualização deixa sua rede vulnerável a ameaças virtuais.

3. Proteja sua rede

Instale um firewall que possa proteger e monitorar as conexões na sua rede. Ele servirá como uma barreira de proteção que controlará todo o tráfego de dados entre seus dispositivos e a internet. Dessa forma, só haverá a transmissão e o recebimento de dados autorizados.

4. Eduque seus funcionários

Muitos ataques cibernéticos se aproveitam de falhas humanas para descobrir dados de acesso e roubar dados. Por isso, é muito importante treinar as equipes para evitar erros básicos, como abrir e-mails com links falsos ou fazer downloads de arquivos potencialmente perigosos.

Além disso, é importante que os usuários aprendam a utilizar senhas fortes e tenham consciência da necessidade de proteger seus dados.

5. Use um software de criptografia

A criptografia codifica os dados de modo que só podem ser traduzidos ou lidos por quem detém a chave, nesse caso, você. Caso ocorra um ataque bem-sucedido, os hackers terão posse dos registros, não poderão interpretá-los. Isso protege suas informações confidenciais.

Mas se os dados foram roubados, como você poderá ter acesso a eles? Por meio de um backup. Por isso, essas cópias de segurança devem ser feitas com frequência.

A cada dia que passa, os hackers aprimoram seus métodos. Da mesma forma, as empresas precisam se manter atualizadas com as novas soluções do mercado a fim de fortalecer a proteção contra ciberataques.

Que tal investir em equipamentos que garantam a segurança digital da sua empresa? Faça uma cotação no nosso site, ou entre em contato conosco pelo número 0800 536-6861.