Como a tecnologia pode impulsionar a Educação STEM
 

Como a tecnologia pode impulsionar a Educação STEM

As áreas de Ciência e Matemática estudadas e trabalhadas de forma conjunta com as áreas de conhecimento emergentes do século XXI, Tecnologia e Engenharia, permitem a integração de conhecimentos com a educação STEM de forma mais dinâmica e futuros estudantes com grande know-how para o mercado de trabalho dos novos tempos, totalmente voltado para a tecnologia.

STEM é uma sigla em inglês para Science, Technology, Engineering and Mathematics (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, em português) que tem como intuito mostrar aos estudantes um novo olhar com relação ao ensino, através de desafios reais e abordagens pedagógicas com foco em aprendizagem criativa, baseado em:

  • Foco na integração de conhecimentos: o principal é ter um desafio prático que necessite de conhecimentos de diversas áreas;
  • Instigar os alunos: é importante que sejam desafios interessantes e que façam os alunos usarem a criatividade;
  • Enfatizar habilidades socioemocionais: o STEM deve ser feito em grupos para que os alunos aprendam a pensar individualmente e coletivamente;
  • Organizar projetos com problemas reais e desafios: através dos desafios propostos, conseguir aplicar conceitos, resolver problemas e propor soluções. Algo que possa ser construído pelos estudantes.

O grande avanço tecnológico juntamente com uma didática mais interativa é a base central do método STEM.

STEM no Brasil

Os países em desenvolvimento, como o Brasil, estão aos poucos incluindo o STEM na parte educacional. A reforma do Ensino Médio é uma nova oportunidade para que os estudantes possam focar em uma determinada área, escolhendo alguns dos componentes curriculares que desejam cursar. 

Nos programas STEM de sucesso em países avançados, os professores trabalham em conjunto com os estudantes para desenvolver o pensamento crítico, comunicação, avaliação e investigação de habilidades.

O Brasil, em sua última avaliação em 2019, no mais importante ranking mundial de educação, o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês), obteve resultados ruins em matemática e ciências. Os brasileiros ficaram entre os dez últimos colocados. Segundo os dados, dois terços dos alunos de 15 anos sabem menos que o básico de matemática.

Com aparelhos tecnológicos de qualidade voltados para a educação e aprendizado, esses dados nada promissores para o Brasil podem mudar. Aliar a paixão dos jovens de hoje pela tecnologia com a educação STEM nas escolas será um grande avanço para futuros dados positivos e, consequentemente, profissionais de qualidade.

Conheça as principais razões para usar o método STEM na educação brasileira a seguir. 

1- Evolução no ensino

O uso da tecnologia para matérias convencionais é a grande sacada para que os alunos vivam experiências à altura dos novos tempos, totalmente digital e conectados. 

Lenovo fornece ferramentas de software de gerenciamento de sala de aula, como Lenovo LanSchool e AirClass e Google Classroom, tecnologias que facilitam o aprendizado e o ensino em diferentes contextos, melhorando a produtividade e a satisfação dos alunos.

Com isso, há uma melhora na qualidade de ensino e um aperfeiçoamento no processo educacional, desenvolvendo novas habilidades nos alunos e um ambiente educacional mais agradável para professores.

2- Melhoria no comprometimento dos alunos

A geração Millennial, com nascidos entre 1980 e 1995 (atualmente com 25 a 40 anos), é extremamente capacitada para o novo. São conectados o tempo todo, por isso a importância do uso da tecnologia nas aulas para mantê-los engajados e mais participativos.

Hoje, os alunos querem aprender além dos livros. Eles podem ser muito mais produtivos com o uso da Inteligência Artificial (AI) e Realidade Aumentada (RA), por exemplo.

3- Reduz o número de alunos reprovados 

O método STEM desperta a curiosidade dos alunos por envolver a cultura digital no processo de aprendizagem que, hoje, é presença constante no dia a dia dos alunos. Dessa forma, a produtividade é instantânea. As notas passam a ser mais altas e há um aumento significativo no interesse nas aulas.

4- Prepara para futuras carreiras

Investir em tecnologia na educação é saber preparar crianças e adolescentes para um futuro promissor no mercado de trabalho. As profissões do futuro estão alinhadas com tendências tecnológicas e, por isso, proporcionar o método STEM de ensino faz com que os alunos estejam preparados para um futuro que está logo ali

Tecnologia e Educação STEM: impulsionando a educação

Os métodos de ensino e educação estão mudando rapidamente, tudo para atender a nova geração totalmente tecnológica. Segundo o Fórum Econômico Mundial, essa revisão metodológica é importante e necessária para tirar as raízes do aprendizado tradicional. A tecnologia em sala de aula é a aliada perfeita para o melhor aprendizado de alunos e performance de professores.

As escolas estão difundindo aos poucos estratégias cada vez mais avançadas para contribuir com melhorias no desempenho de seus alunos, otimizar processos e modernizar a gestão escolar. Profissionais da área da educação se beneficiam com as tendências de TI e trabalham com uma maior otimização do tempo, qualidade do ensino e facilidade em gerar e buscar dados para tomada de decisões cada vez mais assertivas.

A Lenovo tem os melhores equipamentos para quem pretende implementar a tecnologia na educação. São ideais para quem busca mobilidade e conexões seguras. Nós podemos ajudar as escolas a chegar ao máximo rendimento. 

Contribuímos para que a aprendizagem possa ocorrer em qualquer ambiente, com a linha de notebooks criada para suportar essa demanda. Temos os notebooks e tablets mais finos do mercado e eles estão equipados com bateria de longa duração para o dia todo. 

Conexões mais rápidas, apresentações com mais impacto, processos automatizados, informações baseadas na nuvem e um progresso de trabalho mais inteligente que consequentemente gera uma economia de custos e eficácia na gestão escolar. Clique aqui e ofereça aprendizagem de qualidade com ferramentas avançadas de colaboração e educação a distância para educação STEM.