Saiba como reduzir custos no desenvolvimento de softwares
 

Saiba como reduzir custos no desenvolvimento de softwares

transformação digital revolucionou a forma como as pessoas consomem produtos e serviços e também a maneira como as empresas atuam em um mercado cada vez mais competitivo.

Alguns especialistas afirmam que, em um futuro próximo, toda empresa se transformará em um software, isso por conta da preferência dos consumidores, cada vez mais acostumados com o mundo virtual.

Você já parou para pensar como seria a sua vida sem softwares como sistemas de gestão, aplicativos de mensagens instantâneas, bancos digitais, deliverys, plataformas de música e outros tantos?

Pois é, todas essas inovações são responsáveis pela sociedade que conhecemos hoje, pessoas que têm cada vez menos tempo em seus dias e precisam de soluções que simplifiquem suas rotinas.

O mercado de softwares não para de crescer

Em 2021, no Brasil, é esperado um crescimento de 10% do mercado de desenvolvimento de softwares, segundo relatório feito pela ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) em parceria com a IDC.

Esse avanço se dá porque as empresas perceberam a forte tendência de uma era cada vez mais digital, e por isso estão investindo no desenvolvimento de sistemas internos que otimizem processos e também em produtos voltados aos seus clientes, pensando também na recorrência financeira.

A importância de reduzir custos

Quando falamos em desenvolvimento de softwares, a redução de custos não é apenas uma questão financeira, mas também uma prática estratégica que gera valor ao negócio.

Cada centavo economizado no desenvolvimento de softwares aumenta não só a margem de lucro das empresas, mas também a sua competitividade em relação à concorrência.

O dinheiro poupado no desenvolvimento pode ser investido em publicidade, pesquisas, entrevistas com usuários e outras atividades estratégicas.

E claro, apesar da economia ser importante, a experiência do usuário não pode ser deixada de lado, com um grande foco na qualidade e na usabilidade da solução.

O processo de desenvolvimento de softwares

A primeira etapa é a análise de requisitos, onde a equipe de desenvolvimento deve escutar e entender as necessidades dos usuários, sejam eles clientes ou colaboradores da própria empresa.

Os próximos passos abrangem o planejamento e a modelagem do software, onde são definidas questões de ambiente, infraestrutura, dimensionamento, tecnologias, banco de dados e também os papéis de cada integrante da equipe responsável.

A seguir, vem a criação e a implementação. Essa é a hora onde a equipe de TI começa a codificar, de fato, a solução. Nesta fase, também deve ser feita toda a parte de documentação do sistema.

Por fim, vem a fase de testes, a última antes da implantação. A testagem ocorre em uma situação de uso simulada onde é avaliado se o produto está realmente pronto para o lançamento.

Feito isso, chega a hora de monitorar e treinar os usuários para que eles tenham a melhor experiência com a ferramenta criada.

Os desafios

Um planejamento mal feito costuma ser o maior obstáculo no desenvolvimento de softwares, principalmente quando a empresa precisa gastar mais do que o esperado.

Outro desafio refere-se ao prazo que, quando estipulado incorretamente, acaba gerando a insatisfação do cliente e diminuindo o controle do próprio negócio em relação à entrega.

compliance e a segurança da informação também são práticas que devem ser levadas a sério pelas empresas para que sejam evitadas multas e sanções de órgãos regulamentadores.

Tudo isso, junto com erros, retrabalhos e atrasos oneram ainda mais as empresas e aumentam os custos do desenvolvimento de softwares. 

As dicas de redução de custos

Agora que você já sabe a importância de reduzir custos, como se dá o processo de desenvolvimento de softwares e seus desafios, confira algumas dicas de economia!

Otimize processos: com equipes menores e multidisciplinares bem definidas, onde cada profissional sabe o que deve fazer e todos trabalham juntos, fica mais fácil otimizar processos. É importante que todos estejam na mesma página, pensando e atuando de forma disruptiva para evitar burocracias e formalidades desnecessárias.

Automatize tarefas: alguns softwares podem automatizar tarefas no desenvolvimento do seu. Tudo que puder ser automatizado vai contribuir com a sua economia de tempo e dinheiro.

Use métodos ágeis: quando falamos em metodologias ágeis, o Scrum aparece como a principal ferramenta para o desenvolvimento de softwares. Esse método ajuda as equipes a fazerem mais em menos tempo, de forma assertiva.

Leia mais: Metodologia Agile na prática

Descentralize as decisões: o desenvolvimento de softwares não deve excluir nenhuma área da empresa. Claro que a equipe de TI será a maior envolvida, porém setores como Administrativo, Financeiro e Marketing também podem contribuir.

Gerencie riscos e metas: imprevistos acontecem, e podem comprometer as metas. Por isso, é essencial acompanhar e gerenciar os riscos durante o processo de desenvolvimento de softwares para evitar ou estar mais preparado quando algo inesperado acontecer. Também é crucial definir metas realistas e fazer todo o esforço possível para cumpri-las. 

Adote novas tecnologias: nossa última dica é sobre estar atento à tecnologias como Inteligência Artificial, Machine Learning, Big Data, Internet das Coisas, entre outras que podem ajudar no desenvolvimento e também serem incluídas no próprio software, aumentando seu valor e melhorando a experiência do usuário.

Leia também: Redução de custos em TI: chega de perder tempo e dinheiro

Lenovo, o melhor hardware para fábricas de softwares

A Lenovo é líder mundial em computadores porque une qualidade confiável, desempenho superior, usabilidade simplificada e recursos de segurança avançados para empresas inovadoras à prova de futuro.

Os equipamentos mais inteligentes da Lenovo utilizam as últimas gerações dos processadores mais potentes com alta capacidade de memória e armazenamento e recursos de ponta para negócios disruptivos.

Acesse nosso site e conheça nossas tecnologias para empresas.

Agradecemos a leitura. Até a próxima!